BREAKING NEWS:   ' Festa do amor 2015, de 26 de Julho a 4 de Outubro. Nu vive ku amor!    

terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

Publicado por SAFENDEONLINE | 16:06


A publicação que está na sua pagina feita no dia 23 de fevereiro, começa com “Pessoas que agridem gratuitamente às outras, são seres frustrados e mal-amados, que vomitam e arrotam amargura e desamor.” De seguida um comentário ao que a mesma dispara “menina txeu levianos por ai” sem mencionar nomes. Mas percebe-se claramente que estaria a referir-se aos vários moradores e voluntários de Safende que na sequência de um artigo no jornal anação assinado pelo Director do Espaço Aberto, Sr Henrique Vera Cruz, questionam o titulo e o conteúdodo mesmo artigo de opinião (ver aqui). Pois Ivandro Correia foi o primeiro a questionar o artigo escrito em bom português mas cheio de muitas meias verdades e com passagens “choramingões” impróprios de adultos. Correia alertou que “O espaço aberto(fechado) Safende já não está mais ao serviço da comunidade, mas sim aos serviços dos interesses dos que se dizem donos do mesmo.” Acrescentando que “Esse tal de Sr. Henrique Vera Cruz e entre outras figuras aparecem na comunidade maioritariamente nos momentos de festas, sim festas e comemorações” e que “a comunidade, a minha comunidade não está satisfeita com o serviço que se tem prestado ultimamente.”

 Outros moradores reagiram Silvana Semedo, Claudio Junior, Audilia Amado, Vitoria Monteiro, Ivan Moreira, Bernardino Gonçalves e Ronaldo Alves., este que num post aberto afirma “A vice-directora Jandira Tavares não tem capacidade para estar a exercer essa função, pois ela comporta como que o centro é sua casa e tem um péssimo hábito de (mal) tratar as pessoas, até mesmo os Funcionários.” O jovem reconhece ainda que “a vice-directora Jandira é muitooo corajosa para aguentar todos esses tempos (desde 2012) a levar o nome do espaço aberto para baixo.” Alves observa ainda que o “ estranho é que parece que o contrato entre a vice-directora Jandira Tavares e a associação Zé Moniz é vitalício.

Foram por causa destas as reacções e os moradores que alegadamente a sr Jandira Tavares lançou o mimo de classificar lhes serem “levianos”. Quase todos eles moradores com estudo superior completo e /ou  muita experiência de serviço comunitário voluntário no bairro. Que venha Jandira justificar que tem capacitação e qualificação para exercer psicologia profissão esta que ela assume no dia a dia ao par da vice directora, ante os mais desatentos!


Jandira Tavares caiu de para-quedas em Safende no longínquo 2012 / inicio 2013 como estagiária, estudante de psicologia. Ainda era Directora do Espaço aberto Adelsia Almeida. Logo cedo ela, a Jandira, deu mostras de “pressa em falar” e “espiã” que levava tudo e nada ao Plató. Depois da Adelsia Almeida passaram os directores Andre Duarte, Samuel Santos, Isuleica Tavares, Sr Fernando. Recentemente Mercedes Barros depois de quase 15 dias a observar declinou. Razões!? A dança dos directores aponta que é impossível ficar muito mais do que 1 ano como director no espaço aberto porque é impossível aguentar a pressão lateral e as artimanhas da poderosa estagiária Jandira, que ganhou o posto de Vice Directora. Apesar de não estudar pra valer, nem terá formada em Psicologia, não coíbe de responder por Dra não fugindo ao pudor, arma se em psicóloga para o nosso bairro e nossa gente. Jandira conseguiu assim se fortalecer as avessas a ponto de sobrepor por linhas tortas aos técnicos formados e peritos de experiência com competências comprovadas no serviço comunitário mas que não conseguiram mostrar que tem “cabelo fino nem costa largo” aos olhos da liderança da AZM.

sábado, 22 de fevereiro de 2020

Publicado por SAFENDEONLINE | 06:36

A apresentação na roda conversa vai contar com declamação de poesia da jovem Sheila Martins de Safende.

O livro “Nhara Sakedu” ki bem pa publicu na 2019 foi fladu pa Marsiano Moreira ki “es livru na nos lingua maternu i skrebedu ku se alfabetu ofisial i ki ten 50 ndis, 50 dibinha i 1 kontu i, pa konpostura, ten inda un ensaiu, na purtuges, sobri storia, sosiolinguistika i statutu di nos lingua.”.

Neste ano a Associação Comunitária Amigos de Safende ACAS pretende criar um ritmo mensal de apresentação de livros no bairro como uma das formas de dinamização da biblioteca comunitária este livro pretende despertar os jovens a não se deixar iludir pela televisão e internet mas ter tempo e ousadia de contactar com a geração que veio antes deles um aspecto que que prezamos no nossa intervenção comunitária no bairro amado –  a cultura do viver juntos em Safende.

Desde 2017 Safende já acolheu 4 apresentações de livros: “Economia social e solidária em Cabo Verde: génese, entidades, atualidade e perspetivas” de Jacinto Santos, “Juventude Cabo-verdiana: Bairrismo - um Caso de Resistência à Educação não Formal” de Elsa Fontes e “O elogio da democracia” de Eurídice Monteiro e o último foi “Gangsta Yogi” de Nardi Sousa.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Publicado por SAFENDEONLINE | 06:06


A Associação Comunitária Amigos de Safende (ACAS) na comemoração dos 50 anos do bairro recebeu no domingo, 16 de fevereiro, a Associação sindical dos jornalistas, AJOC, para um convívio desportivo no campo relvado local, e uma conversa aberta sobre o jornalismo comunitário para retratar assuntos da comunidade para os seus moradores e toda população em geral.






O encontro entre o ACAS e AJOC realizou no âmbito dos 50 anos de Safende, tendo realizado atividades como encontro desportivo no campo relvado de Safende e uma conversa aberta na “KasaDamizadi” sobre a importância do jornalismo comunitário na comunidade.




Falando pelos mradores, Bernardino Gonçalves  destaca a ideia de aproximar o Bairro Amado dos jornalistas e tê-los como parceiros para ajudar no desenvolvimento de Safende, motivo este que foi realçado pelo presidente da AJOC, Carlos Santos durante a conversa e apela aos jornalistas e população em geral para não apoiarem nas ideias preconcebidas de bairros problemáticos.


#KazaDamizadi trata-se de um projeto localizado no espaço Empa Montero, que foi desenvolvido pela Associação Comunitária Amigos de Safende, ACAS, onde se propõe a vivência da cultura comunitária safendense.

Publicado por SAFENDEONLINE | 05:57

Para assinalar o dia mundial da justiça social - 20 de Fevereiro de 2020 - o artista plástico Nouz Varela expõe “Dignidade Humana” na #KazaDamizadi 10 quadros, um apelo ao respeito pelos direitos humanos como requisito para termos um bairro, uma cidade e um pais onde a dignidade humana seja um direito/realidade.

Para Nouz Varela “Dignidade Humana” é uma aventura no sonhar um ideal possível de cada pessoa viver com dignidade onde estiver quer no bairro de Safende, numa cidade na Africa ou em qualquer outro local porque a humanidade já tem progressos suficientes que não é aceitável que ainda hoje a dignidade do ser humano seja posta em causa.

“Dignidade Humana” é a estreia do artista do bairro em exposição e é também a primeira exposição no bairro na #kazaDamizadi, espaço desenvolvido pela Associação Comunitária Amigos de Safende, ACAS, onde se propõe a vivência da cultura comunitária Safendense – que é a cultura de um bairro amado. 

domingo, 16 de fevereiro de 2020

Publicado por SAFENDEONLINE | 02:51


Associação Comunitária Amigos de Safende recebe Associação sindical dos jornalistas para um intercambio desportivo dia 16 de fevereiro a partir das 08h no campo relvado de Safende.
A iniciativa enquadra-se na celebração dos 50 anos de Safende que se assinala neste ano de 2020 e pretende levar o bairro a cidade, a cidade, ao país e ao mundo e ao mesmo tempo trazer pessoas e entidades a Safende. É um privilégio dar o inicio desta intervenção com os jornalistas que representam uma classe e uma realidade fundamental na promoção da realidade, das conquistas bem como dos desafios de um bairro em transformação que é Safende.

A ementa do dia resume-se no programa:
08h Acolhimento com Ginástica / aquecimento colectivo - Campo Relvado Safende
08h30 – Partida Masculino
09h30  - Partida Fem
10h30 Conversa Aberta: Safende na imprensa CV (a ter lugar na KazaDamizadi – rua d´obra, perto Safende)
11h30 – Lanche Reforçado (Cuzcuz/Pasteis Milho/Leite/ sopa Loron etc)
12h – Abraço de despedida


Em paralelo teremos mesas com informações AJOC e ACAS. Teremos alguém de ACAS para prestar informações sobre o bairro e a dinâmica comunitária e alguém da AJOC a esclarecer e orientar jovens que queiram enveredar área jornalismo/comunicação

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

Publicado por SAFENDEONLINE | 15:16

o grupo de jovens de Safende que  iniciou em novembro de 2019 a formação para melhor gerir os seus negócios, enquadrado na iniciativa “Empreender Safende” preparam-se para defender os respectivos planos de negócios. Aqueles cujas ideias forem consideradas viáveis receberão um kit e acompanhamento na implementação dos negócios.

A actividade é promovida pela Associação Comunitária Amigos de Safende e conta com a parceira do programa Jov@mprego, visando capacitar jovens para melhorar os seus conhecimentos e competências para ter sucesso nos negócios e contribuir para mais emprego digno e decente para a juventude


Recorde-se que “Empreender Safende" tem por objectivo despertar e formatar o empreendedorismo, dos jovens em safende através de conhecimentos e técnicas que lhes permitem criar um novo negócio ou viabilizar negócio existente para manter postos de trabalho actual e gerar outros”. Para o coordenador da iniciativa “Empreender Safende”, Ivandro Correia, o que se pretende é desenvolver uma atitude pró-activa nos jovens do bairro.

Publicado por SAFENDEONLINE | 13:15


Este foi o compromisso saído da reunião entre a equipa do Cadastro Social Único (CSU) e as lideranças da zona norte da cidade da Praia que ocorreu esta quarta-feira, 12 de fevereiro, na #KazaDamizadi, Safende, sobre este relevante instrumento de gestão social. “Estamos disponíveis” para ajudar na identificação e registro das famílias nesta plataforma.

Este foi o posicionamento após o referido encontro com o representante da organização “Criativos”, localizados em Ponta D´Água, Ady Veiga a ser porta voz desta boa vontade. A partir desta sessão de esclarecimento, considera o entrevistado que com este instrumento fica mais fácil as pessoas terem assistência, sem risco de duplicação, “ou mesmo de pessoas que não são tão pobres receberem no lugar daqueles que realmente necessitam”.

Nélida Cristina, da Associação Comunitária Amigos de Safende engrossa este coro solidário e reforça que o CSU será “uma ferramenta muito útil” para melhor conhecer os bairros e a situação de pobreza nas localidades.  “Com o CSU passaremos a conhecer melhor as famílias pobres da nossa comunidade, vai ser algo automatizado e evita a avaliação apenas subjetiva sobre as condições das pessoas”, reflete.
   
Admilson Mendes, técnico de Cadastro sublinha a oportunidade que foi esta iniciativa da equipa de Cadastro Social Único (CSU) da Praia para melhor esclarecer sobre o CSU. “Acredito que cada participante, devido a essa sessão de esclarecimento, estará melhor preparado para colaborar com a identificação das pessoas potenciais que se possam enquadrar no grupo mais vulnerável do CSU”, frisa.

Igualmente satisfeita estava a coordenadora do CSU na Praia, Alíria Ramos que se mostra confiante no engajamento afirmado pelos vários atores no encontro. Agora, “contamos ver isto no dia-a-dia, na prática de cada um”, finaliza. 

Para quem ainda não conhece, o CSU tratar-se-á de uma plataforma e base de dados comum aos vários serviços e instituições atuantes na área social e com o intuito de ajudar a conhecer melhor a realidade socioeconómica das localidades e famílias nacionais.

Para além de vir a ajudar a uma definição das políticas e ações sociais, a inscrição das famílias e indivíduos no CSU é condição obrigatória e primeira para que essas possam estar habilitadas para concorrer aos vários serviços de proteção social.



quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020

Publicado por SAFENDEONLINE | 06:35


Lideranças da zona norte da Praia esclarecem sobre Cadastro Social Único
A Equipa de Cadastro Social Único da Praia promove, nesta quarta feira, 12 de fevereiro, às 17h00, na #KazaDamizadi, Rua D´Obra (perto da capela do Safende), um encontro com as lideranças da zona norte da Praia para sensibilização, informação e esclarecimento sobre o Cadastro Social Único (CSU).

O CSU é uma importante ferramenta para que as autoridades e outras iniciativas privadas atuantes nas áreas sociais possam conhecer melhor a realidade socioeconómica das familias e comunidades nacionais. Isso, a fim de poderem desenvolver e adaptar as melhores políticas e práticas para o apoio  e inclusão das famílias.

Mais do que isso, a inserção dessas famílias no CSU é condição primeira para que  possam estar habilitadas a concorrer aos diversos serviços e programas de protecção social lideradas pelo Ministério da Família e Inclusão Social, em estreita parceria com as Câmaras Municipais (CM), neste caso a CM da Praia.

Contamos com a colaboração das lideranças comunitárias neste importante processo de levantamento e cadastro das famílias cabo-verdianas.


De referir que até à data, já estão cadastradas no sistema mais de 40 mil famílias e 390 dessas familias são do Safende.

Publicado por SAFENDEONLINE | 06:33
Para traduzir melhor este momento partilhamos texto partilhado rede social pela Fundação "Hoje recebi, na Sede da Fundação, uma delegação da Associação Comunitária Amigo do Safende (ACAS).

Pude apreciar o trabalho auspicioso que ACAS tem feito em prol da promoção e do desenvolvimento sustentável do Safende.

Há muitos jovens, nesta nossa cidade, que têm dado um elevado contributo cívico em prol da comunidade. Promovem esses jovens a amizade, a paz, o desenvolvimento pessoal e comunitário.









A ACAS surpreendeu-me pelo seu empreendedorismo social, pela sua liderança e pelos processos de mudança que tem protagonizado.

Safende, o Bairro Amado já é também a minha divisa."




Publicado por SAFENDEONLINE | 06:29




No quadro do pedido de apoio técnico por parte da Associação Comunitária Amigos de Safende para Constituição do Museu Comunitário, a Direção dos Museus, Diretora Samira Silva e os técnicos Aleida Aguiar e Adilson dias, realizaram no dia 11 de fevereiro um encontro com os representantes da associação e jovens do bairro para definir a metodologia de trabalho com vista a conceção do projeto museológico e museográfico do referido Museu.


 Trata-se de uma iniciativa pioneira a nível nacional visando a constituição de um Museu Comunitário no mais antigo chafariz e que pretende valorizar o Bairro de Safende, resgatando as memórias da resistência da comunidade na procura pela água até ao processo de intervenção atual centrado no empoderamento e inclusão dos jovens e das familias e a criação de atrativos culturais no bairro.


Para este ano o Conselho Internacional dos Museus - ICOMOS apresenta como lema do Dia Internacional do Museus, comemorado a 18 de Maio “ Museus para a Igualdade, Diversidade e Inclusão”.



Assim, o IPC se associa a esta iniciativa, da associação Comunitária Amigos de Safende acreditando que o Museu integrado na comunidade e refletindo a sua história possa se afirmar também como um importante instrumento para inclusão e o empoderamento socio emocional dos moradores.

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Publicado por SAFENDEONLINE | 16:29
A Associação Comunitária amigos de Safende é uma pessoa jurídica de direito privado independente, sem fins lucrativos criada a partir da união dos moradores e amigos de Safende com o objetivo, entre outros, de reflectir em comunidade os principais assuntos da vida comunitária nomeadamente educação, saúde, segurança, desporto, economia e coesão comunitária bem como organizar e centralizar as forças dos moradores e amigos da comunidade para representar de maneira mais eficaz interesses comuns dos moradores perante entidades parceiras nacionais e ou estrangeiras.   

Publicado por SAFENDEONLINE | 16:27

Pouco mais de um mês depois da assinatura do protocolo de colaboração equipas de Safende e da Fundação Smart City realizaram o encontro de pontapé de saída, hoje, 08 de fevereiro, na #KazaDamizadi, no amado bairro. O encontro serviu para promover o conhecimento mutuo, discutir um pouco o conceito de Safende Smart e elaboração do plano de acção conjunto do projecto para os próximos tempos. Ivan Moreira gestor do projecto considera que “foi um encontro encorajador e eficaz dado que foi possível consensualizar um plano e também renovar a convicção de que este projecto vai trazer mais oportunidade e mais bem estar para os moradores de Safende e apela a participação activa dos Safendenses”.



Recorde-se que com o protocolo a Associação Comunitária Amigos de Safende e a Fundação Smart City se comprometeram preparar em conjunto um programa e um plano para transformação de Safende num Bairro Smart; criar em conjunto um ecossistema que permita implementar o referido programa e plano; e procurar juntos financiamento para preparação e implementação do referido programa e plano.



A Fundação Smart City, é uma organização, de direito cabo-verdiano que tem por missão a promoção do conceito de Smart City para Cabo Verde

A Associação Comunitária Amigos de Safende, é uma pessoa jurídica de direito privado independente, sem fins lucrativos criada a partir da união dos moradores e amigos de Safende com o objetivo, entre outros, de reflectir em comunidade os principais assuntos da vida comunitária nomeadamente educação, saúde, segurança, desporto, economia e coesão comunitária bem como organizar e centralizar as forças dos moradores e amigos da comunidade para representar de maneira mais eficaz interesses comuns dos moradores perante entidades parceiras nacionais e ou estrangeiras.   

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Publicado por SAFENDEONLINE | 06:43

As associações de moradores desempenham nos dias de hoje, um papel cada vez mais importante na defesa pela qualidade de vida dos seus representantes. Segundo Gohn (2010) “as associações de bairro foram um dos primeiros movimentos a discutir de maneira coletiva os problemas dos cidadãos enquanto moradores e dependentes de serviços públicos urbanos”.







Neste ano de 2020, 50 anos depois do surgimento do bairro de Safende continuamos convencidos de que as melhores soluções para o desenvolvimento da nossa amada zona devem partir dos moradores, com recursos da comunidade primeiro. 

 A #KazaDamizadi quer ser mais uma resposta comunitária consciente dos desafios do bairro, bem como das qualidades e o potencial que o  engajamento dos moradores com a causa Safende representa. Ela é uma aposta nos recursos da comunidade, concretamente o aproveitamento de uma propriedade de um particular que irá ser transformada numa infraestrutura de uso comunitário aberto as possibilidades criadas a partir das demandas comum  na parceria e potencialização das forças comunitarias.

A #KazaDamizadi visa criar e manter um espaço de discussões democráticas, de identificação de demandas, trabalhando em conjunto em prol da comunidade e alternativas cooperativas, aberta aos parceiros nacionais e internacionais, buscando a emancipação dos associados e potencializando o desenvolvimento pessoal e social dos moradores. Se propõe ainda ali a vivencia da cultura comunitária qual uma incubadora de sonhos onde se vai prestar o suporte tecnico necessário que torna possível o viver em comunidade superando limites individuais.

Publicado por SAFENDEONLINE | 06:18
O lançamento do livro do professor Nardi Sousa vai ter como apresentador Orlando Borja e conta com 2 jovens do bairro como convidados especiais.


O livro Gangsta Yogi de agradável leitura contribui para ajudar as pessoas a encontrarem o equilíbrio “tão necessário e urgente no mundo atual” nas palavras do apresentador.

Neste ano a Associação Comunitária Amigos de Safende ACAS pretende criar um ritmo mensal de apresentação de livros no bairro como uma das formas de dinamização da biblioteca comunitária e a escolha deste livro para dar o pontapé de saída tem a ver com o facto também do livro Gangsta Yogi ter como  ideia essencial a “afirmação do outro como parte essencial da construção do eu”, um aspecto que nos é caro como principio de intervenção comunitária no bairro amado –  a cultura do viver juntos em Safende.

Desde 2017 Safende já acolheu 3 apresentações de livros: “Economia social e solidária em Cabo Verde: génese, entidades, atualidade e perspetivas” de Jacinto Santos, “Juventude Cabo-verdiana: Bairrismo - um Caso de Resistência à Educação não Formal” de Elsa Fontes e “O elogio da democracia” de Eurídice Monteiro